Home

Depoimento sobre a vida do Bv. Edmundo

 

  O amor às crianças guiou sua vida. Muitas gerações o reconheceram como “homem de grande   bondade”.

  Mesmo sem concluir a preparação para o sacerdócio, foi um verdadeiro anunciador da   Palavra de Deus. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 13 de junho de 1999.

Seu legado é eterno, fundou em 3 de maio de 1850 a Congregação das Irmãs Servas da Imaculada Conceição da Virgem Maria. Edmundo Bojanowski dizia: “Sim, minhas irmãs, amem-se mutuamente!...o resto será ensinado a vocês pelo Espírito Santo.”

Vivi minha experiência pessoal quando criança, vivenciando o amor das Irmãs, que com tanta dedicação tem dado continuidade à luz do amanhã.

Sim, porque nossas crianças são a luz do amanhã, e a intensidade deste brilho repercute diretamente a doação do amor recebido na infância. 

A Congregação das Irmãs hoje opera com um amor ampliado, pois dedica-se aos enfermos, levando até eles o Consolador,a esperança, a presença Divina, o Espírito Santo.

Edmundo Bojanowski nasceu em 14 de novembro de 1814 em Grabonóg (Poznan, Polônia). Aos quatro anos de idade ficou gravemente enfermo, mas foi curado de maneira inexplicável para medicina. Viveu uma vida dedicada à literatura, à educação religiosa, ao instituto das crianças órfãs, à fundação da Congregação, vindo a falecerem 7 de agosto de 1871.

 “Olho da Divina Providência: voto de ação de graças oferecido pela mãe de Edmundo,  pela cura milagrosa na infância”.

A Congregação e a Igreja comemorou em 2014 o aniversário de 200 anos de seu nascimento.

Deus abençoe às nossas Irmãs por dar continuidade ao trabalho de Edmundo Bojanowski!

Autora: Juliana Montagner

Você está aqui: Home Depoimento sobre a vida do Bv. Edmundo